Archive for the 'Uncategorized' Category

18
Aug
19

Uma imagem para Lívia Presley

bom dia,

passei o final de semana preocupado e de bicicleta.

obrigado pela visita

Advertisements
13
Aug
19

Pagão

bom dia,

nem desenho inteligente, nem niilista. pagão.
acredito em um desenho que se define através do tempo.
infinito.
poesia do acaso.

a própria vida se desenha em coletivo.

como seria limitante a idéia de infinito se tudo dependesse da vontade de um só único indivíduo.
inifinito e unidade são conceitos contraditórios.

pra mim o universo é como a textura da pedra.
daquelas vulcânicas, rajadas de 2 ou muitos outros tipos de pedras.
sem intenção, só história…

a vontade do tempo é a história.

em criança, quando uma pedra se partia, eu me perguntava por que ela, por dentro, era cheia de desenhos, de padrões e não uma mistura total de cores. massaroca uniforme. terra de siena.

será que alguém criou aquele desenho?.. criou o desenho dentro de todas as rochas espalhadas no mundo???

geologia. toda pedra foi gota em um rio de lava.

não teve um começo. não vai ter fim.
segue através do tempo. da história. infinito.

a pedra tem a história de um fractal, que muda em infinitos desenhos e se desdobra em fragmentos. contém nela o infinito.
como a realidade que contém a matemática, que também é infinita
(linguagem irmã do tempo)
e uma coisa não pode ser menor do que aquilo que contém.

infinitas coisas dentro de infinitas coisas só.
a vida se alimenta dela mesma, como a cobra que engole o próprio rabo.
lembra?

um amigo um dia me perguntou uma proposta de pensamento vago.
disse assim.
“todo mundo tem facilidade de pensar em infinito como continuação.
é fácil. um pensamento confortável… pensar que as coisas não acabam.
mas infinito também significa que NUNCA COMEÇOU.”

pense nisso. nunca começou e sempre esteve aí. a biblioteca de borges.
sem criador, sem direção, se desenhando em profusão de unidades configuradas por coletivos maiores e menores e sabe-se lá em que mais sem que ninguém saiba aonde vai por que estamos todos indo… juntos.

até que acaba. para sempre. para cada um de nós.

obrigado pela visita

07
Aug
19

ainda não tenho maturidade pra ser infantil

bom dia,

escrevi uma linda história pra minha filha… mas é um negócio muito pessoal…
resolvi tentar publicar… achei que ficou bom.

não encontrei editora… fiquei triste…

aí eu me dei conta… mas quem sou eu? em primeiro lugar.

eu sou o cara que escreveu um livro sobre um zumbi suicida, um quadrinho sobre um maluco que se excita com o uniforme de colégio público… história com nome de atriz pornô…

acho que não tem como dissociar minha obra leve da pesada.

as histórias pra criança vão ter que esperar…
admioto, ainda não tenho maturidade pra elas.
(ou seja, não vou ficar rico.)

eu estou mais pra um corvo, como o da imagem.
(outro dia um moleque me disse que isso não é um corvo, que é uma gralha.
também está errado. é um anu-preto. acabei de descobrir no google.)

esse bicho está em tudo que é canto da américa do sul.
parecendo uma única entidade que me acompanha.
os olhos de um deus antigo que me observa, mantendo em mim uma unidade de quem eu sou com quem eu fui.

como a idéia que fazem de mim, eu acho…
escrevo e desenho coisas sinistras… mórbidas. carcaças de idéias.
pelo menos foi assim até hoje…
vamos ver o que eu vou me tornar com o tempo…

espero que algo nobre.

bom… manu, se voce um dia ler isso aqui,
eu fiz a história pra voce sobre onças… voce sabe!
queria ficar rico com ela, pra gente ir ao japão!
mas não deu dessa vez.
eu sou muito rebelde.
:]

um dia eu vou botar ela aqui.

obrigado pela visita.

07
Aug
19

Eu voltei

bom dia,

minhas redes sociais estão uma merda e eu preciso fazer poesia ruim sobre o meu umbigo em algum lugar… por isso vai ser aqui, mais uma vez…

espero que eu dê conta… espero que valha a pena.

tem muito desenho velho que não viu a luz do dia…

espero não ter me tornado um velho patético. ainda.

obrigado pela visita

07
Aug
19

eu gostaria de aproveitar o momento para mandar o mundo inteiro à merda.

23
Jul
19

perceber-se

bom dia,

o ego é um animal. o ego é só selvageria.

a gente é bicho. eu sou. sou difícil de conviver. muito maluco. paranóico.
uma salva de palmas para quem consegue. e obrigado. eu não sou fácil.

a vida é muito dura.

todo mundo sofre muito… a natureza da sobrevivencia é dura…
é um processo cruel e muito objetivo…
se voce der mole, derrapa e dança.
a vida é dura e não vê merecimento.

e lágrimas não são argumentos.

eu vi esse moleque no ônibus.
poderia ser minha filha, se eu não estivesse aqui.
pra ela.

fiz um desenho (melhor do que esse) com um bilhete:
“procure um colégio público”

e dexei o menino ir embora com o ônibus….

vai saber pra onde…

…não pude fazer nada por aquele menino… essa é a verdade.

rio de janeiro… não devia ser assim. não é justo.

obrigado pela visita.

12
Jul
19

A gata preta e a borboleta

bom dia e obrigado pela visita.




Advertisements

%d bloggers like this: