Archive for June, 2019

24
Jun
19

racista e homofóbico

bom dia,

racista e homofóbico.

eu sei quem voce é

eu também sou racista. involuntário.

um homofóbico de araque.

… só que eu entendo que eu to errado.

aceito.

é fácil aceitar quando voce tá errado. simplesmente aceitar.

eu não sou um herói… eu sou todo errado.
faço merda o tempo todo e magoo quem amo.

isso é verdade em mim. não é maneiro… nem era pra ser.

eu vi que sou racista por causa do edmilson,
meu amigo.
que participou da formação de todos os meus amigos quando éramos criança no colégio,
eu estudava naqueles colégios que não tem gente negra.
mentira, tinha sim. mas eram poucos.

inspetor gente fina, debelava nossos ardis de moleques ricos com envolvimento responsável…
eu não to falando apenas poéticamente, ele sempre teve nosso respeito,
o que era raro. e justo.

mas eu nunca o vi, no fundo do cerebelo, como alguém a ser registrado.
por que? não sei. mas é…
vou contar o que aconteceu. talvez voce me explique.

minha mãe morreu muito cedo, eu era muito moleque, 4 pra 5 anos.
se matou.
no dia seguinte me levaram pro meu novo colégio… saídos da nova casa…
um monte de novidade.

o ed era uma das pessoas que me acolheram.
meu colégio me fez sentir acolhido. meus avós e meus amigos.
me salvaram da infancia.
não fiquei psicopata pelo caminho por um triz.

bom. ele é negro. mulato.

eu não sou branco.
mestiço latino, veja bem…

aí passa o tempo.

na minha memória existia um Ed. com identidade.
mas nos meus olhos, havia um negro.

ele veio falar comigo no mercado. o mesmo carinho.
(ainda é, mesmo depois disso tudo)
haviam 2 mulheres com ele… imagino que ele disse
“esse menino deu trabalho… meu aluno…”
e eu não reconheci o ed.
pior.
confundi ele com outro conhecido,
motorista, também negro,
de um vizinho do meu avô.

racista.

homossexual.

e eu passei a vida inteira lutando com o medo de ser percebido homossexual.

sento do lado de um homem e sinto medo de sentir desejo.
sou do tipo que controla pra não dobrar o pulso demais.
pra não desmunhecar.

presto atenção no lado da orelha que tô usando brinco…
um merda.

não é medo dos meus amigos gays…
com eles me sinto em casa.
com eles não sinto a comparação de tamanho de piru,
que os homens amam lamber uns nos outros… cheios de medo.

não sinto medo do desejo, por que não é isso que eles querem de mim.
ninguém hostiliza os amigos com sexo.
o desejo é o amor do animal pela carne. não revire o rosto pra carne.
é só no toque que existe o amor. então não tema, menino… não tema…

se não existe desejo não ame e não tema.
o desejo não deixa errar.

do que eu sinto medo é de homens.
extremamente agressivos uns com os outros…
da forma como exigimos reforço e confirmação de nossa masculinidade
nos enchendo de medo o tempo todo. uns aos outros.

senão não é mais homem.
perde a carteira do clube.

não pode andar pro lado, não pode olhar pra cima,
a mão fica assim, a perna tá meio torta.
“quer o que? hein?”… hahahah… olha que frágil… olha que frágil….
toca ali pra ele ver o que é!
se ele se ofende cospe no chão e chama de alguma coisa bem ruim!
depois ri. tudo certo. deixa de merda…

sei que é piadinha… sei que é a etiqueta… mas sei lá…
tenho saco não.

me incomodo com isso e tenho isso em mim.
bem gay, assim…

homofóbico.

agrido também.
sou agressivo por ódio.
em vés de amor sinto ódio às vezes…
muitas vezes…

vezes demais.

desculpe natasha, desculpe a todas as mulheres que eu fui um monstro…
não sei por que sou monstro…
sei sim. mas não quero dizer por que… outro texto…
por que eu rejeito algumas, me prendo em outras.
prender que é igual cadeado… vicia igual a heroína.

duas pessoas trancadas em um quarto, usando heroína psíquica.
vício em sofrimento. só mais esse argumento. só mais um…

é uma merda ser tudo isso por dentro. eu não aguento. cansa.

é sentir um pouco demais.

terapia, meu amigo.
lacan, eu recomendo. lógica. consideração ao fato que és animal.

que és bicho forte e valente, que quer brigar.
que quer resolver pra já. pra agora! porrada!
não importa o hematoma. não importa a marca.
a razão.
não importa.

é um bicho que deve se saber bicho!

bicho que se aceita bicho.

bicho.

só bicho.

obrigado pela visita.

Advertisements



Advertisements

%d bloggers like this: