Archive for April, 2017

19
Apr
17

Lunático

aqui vai ter um desenho

bom dia,

não sei se já notaram os rituais. que todo post começa com “bom dia” e termina com “obrigado pela visita”, não sei se já notaram as repetições dos rituais. o tom terapeutico do blog, a falta de ridículo, de senso de limite. o uso de maiúsculas. as formas de lidar com a realidade. com o senso de realidade. afinal, o que é a realidade? no final, só existe o senso! o sentimento de realidade.

não é fácil ser um lunático, enfim.

a impressão que dá é que não confiam em mim. não confiam que os sistemas criados pra levar a minha  vida sejam realmente eu. e eu é tudo que existe ao meu redor. eu cercado de eu projetando eu em todo mundo enquanto todo mundo julga quem sou eu. enquanto eu tento me livrar de mim.

a vida do lunático (desse lunático) é uma espiral sem fim, apontando pro umbigo, para mim, girando para dentro e EU tentando parar a espiral… inverter a espiral… pare espiral… pare de girar… gire para fora, ó espinhuda espiral….

tendo filha pra criar e trabalho e responsabilidade e não podendo descansar. nunca. por que se não… se vira mendigo! e o medo de um dia virar mendigo. pense em um liquidificador. e o medo de morrer só, pelo pavor, pela desconfiança que se causa de não ser exatamente a construção que se constrói. e se não for? o que sobra de mim se eu não for seja o que quer que for que eu construí pra eu poder ser eu? o que então sobra de mim?

e a espiral gira pra dentro….

obrigado pela visita

Advertisements




%d bloggers like this: