27
Jan
13

A PARTIR DE AGORA

Image

bom dia,

ele tava andando a pouco tempo. começou antes disso, mas não faz diferença, é o que eu quero dizer… ele tava andando a bem pouco tempo.

as paredes fechadas uma perto da outra e o caminho era todo gramado. como um lugar antigo, largado por quem quer fazer mais paredes iguais lá em outro lugar…

e o cara era lento. tinha andado demais. se espremia contra as paredes sapateando em silêncio. subia e descia as ruas gramadas e olhava pros lados com medo de alguém. fugido.
era tarde da noite ou inicio do dia. a mata que ficou para trás, tinha a cor azul escura, molhada do escuro humido e cheia do medo que a noite carrega no estomago.

pisou numa poça, piscina de água funda sentindo uma pele igual árvore verde roçando o jeans da calça molhada na perna.

a sorte do seu coração, que não parou ali mesmo largando o homem a lidar sozinho com o corpo, foi ver que o fundo da água era azul cristalina, e o azuleijo portugues branco-azulado marinho permitia ver quem era a coisa nadando na água.
o bicho era grande e cheirava  a tristeza. cheirava como bicho que vive sozinho a tempo demais. ele, os filhotes e familia, todos cheiravam assim. molhados demais no ponto que as coisas começam a ficar escorregadias e duras. uns entrando. outros saindo. da água.

pulou para trás, apertando o beiço entre o fura-bolo e o dedão, pro grito escapar só pela beirada do bico e não ter chance de encontrar ninguém acordado. mas a cabeça por dentro gritou “tem outro atrás de voce! tem outro atrás de voce!!!” não tinha. só a água aos seus pés, que fez um balanço doce, mostrando que tava cheia de bichos gigantes (e eu adoro bichos gigantes, não tem o bastante deles no mundo). eram sapos, lagartos. bichos gordos e cheios de dente, indiferentes a ele na condição que tinham de bichos.
talvez até fossem comê-lo, fosse bobo o bastante pra ficar ali, parado, dando bobeira. mas não foi e saiu andando.

e no caminho que andou todo cagado, pensando nas plantas e o que tinham elas de potencial assassino, viu outras muitas piscinas e muitos outros bichos lagartos. também grandes e gordos e cheios de dentes, habitantes de uma cidade silenciosa que não tava dormindo… vazia!
aquele cuidado todo de andar em silencio era inútil. andou tempo o bastante pra ver que ali não tinha ninguém, e tudo parecia estar de acordo.

passou a andar displiscente entre paredes humidas e piscinas secas, o medo dos bichos foi embora com o conforto de se saber sozinho – deixando de lado um estranho medo que gosta de solidão – antes de ver na distancia a torre de pano enrolado em bambu onde tocava um tipo de musica agressiva e barulhenta.

um templo erguido ao pancadão.

uma torre babel de tecido, e cheia de gente pelada dançando, suada. ninguém ia ligar pra saber quem ele é. quem ele foi. talvez uma distinção que devessem realmente fazer, mas fariam?.. não…

andou mais um pouco na mata de pedra empilhada em casas e quando chegou nessa festa o que viu foi que atrás dela havia uma motanha viva de casas e cores de onde veio essa gente toda, eu espero – que morar junto de lagarto gigante não é bom nem pra gente que mora em sonhos.

a musica era alta. os jovens dançavam. frenesi de quem enche o saco dos outros sem se importar.

“vou ti- vou tirando tudo…”

“vou dançar pelada… vou dançar pelada…”

“(tu tchak tchak tu tugudu dá ttugudú…)”

ereto.
deslizando no meio do suor dos corpos dos outros. como sexo entre corpos que penetram outros corpos. e a sensação sólida de que tudo ali era falso. cada parte daquilo tudo fazendo mais sentido que tudo que fazia sentido acreditar.

e no topo da escada que rangia os passos de todos ali (aquele bambu uma hora ia TER que quebrar, mas a idéia com certeza era essa) estava quem veio encontrar.  puxou a bazuca do bolso e com ela explodiu a cabeça da torre de pano, sem matar ninguém…

obrigado pela visita


1 Response to “A PARTIR DE AGORA”



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: