Archive for November, 2010

28
Nov
10

eu acho que todo mundo concorda.

bom dia,

quem acompanha esse blog deve ter notado quantas vezes o post dessa semana foi alterado. é por que o tema é complicado e eu fico um pouco tenso de falar merda. nesse assunto, é muito fácil se sair um idiota…

eu percebi que o problema era tentar usar imagens pacíficas pra falar de um momento de grande violência, e que não adiantava tentar diluir minha opinião com piadinhas e anedotas sofisticadas que criassem na mente do leitor a impressão completa do que o rio é, violencia, idiotice e beleza, tudo junto. eu não sou tão genial.

não vou mais falar sobre a personalidade arrogante e cheia de estereótipos do carioca e outras questões futeis nesse momento. não é hora pra ser o herói rebelde de classe média que critica a opinião geral pra não parecer óbvio…

a gente dá nó em pingo dágua pra nunca ser politicamente incorreto hoje em dia… e é óbvio que o que aconteceu era necessário.

o problema é que no rio de janeiro o crime é uma opção oficial. não é uma coisa tão vergonhosa ser criminoso pra uma pessoa pobre… existe uma micro sociedade que aceita isso e a sociedade maior, também aceita por que “o que é que se vai fazer?” 

aí não é dificil virar bandido…
matar gente é sério… eles estão vendo gente morrer e o povo aplaudir…
é coisa de se pensar…”é eu acho que eles não querem mais…”
esse é meu pensamento.. ser criminoso tem que ser errado.
podem me chamar de fascista…
meu unico medo agora é que o rio de janeiro vire display do poder de fogo do exército toda vez que der uma merda… e isso já tá acontecendo nos jornais. mostrando descrições dos tanques e armas de fogo como se fosse um catálogo da victoria secret pra reacionário.
obrigado pela visita.
Advertisements
22
Nov
10

MULERADA

bom dia,

minhas mulheres não estão a altura das do sr. manara.
é necessário praticar…

obrigado pela visita.

12
Nov
10

EU TENHO UM MANARA, CARAMBOLA!


bom dia,

essa semana eu passei algum tempo na comicon do rio.

geralmente eu não vou em eventos, por que eu sou invejoso e inseguro e aí me sinto mais confortável sem conhecer o mundo, mas dessa vez eu achei importante por que era na minha cidade, era uma chance de conhecer alguns caras que eu admiro (e elogiá-los pessoalmente), reencontrar uns amigos (ou encontrar pela primeira vez)  e estar no mesmo ambiente que o manara.

eu não ia botar nenhum texto aqui, acho que um desenho do manara com o meu nome já conta bastante história.  mas conversando com a minha mulher eu percebi que precisava situar a importancia disso pra mim:

se algum de nós moradores do século 21 será lembrado na história do erotismo, arte e quadrinhos, este ser humano será o sr. MILO MANARA.
o primeiro quadrinho que eu quis comprar na minha primeira bienal do livro era dele, andando nos meios das pernas da professora do colégio e roubando a estande da animal (sem saber a sacanagem que eu estava fazendo, na época).  muitas das minhas primeiras punhetas foram pra mulheres desenhadas por ele. e ainda é um amor sincero.

por isso, assistir um desenho dele sendo feito na minha frente, e ganhar esse desenho que levou meu nome, é como ter um van gogh feito só pra mim… como ter um pequeno rolo de filme feito pra mim pelo kubrick… como ter um disco feito por encomenda pelo morricone….
…ou simpesmente passar uma noite comendo a savannah!!!! é emoção demais, porra!!!!!

e eu não pude deixar de pedir que o meu desenho fosse bastante erótico (eu queria dizer pornô). e ainda pedir pra rolar uma meia longa enquanto ele dava os toques finais. o cara olhando pra um pardo nanico bufando perversamente, quase desmaiando de emoção em cima dele enquanto fazia seu ofício… deve ser estranho ser o manara.

obrigado pela visita.

 

07
Nov
10

2 EM 1

bom dia,

não tenho muito o que escrever hoje, vamos ao stream of conciousness….

estou tendo pouco tempo pra desenhar de bobeira ultimamente, estou terminando meu quadrinho, trabalhando bastante pra garantir que não falte nenhum brinquedo ou comida exótica que minha familia queira (e pouco me fodo. sou anarquista, não comunista. e ainda assim, um anarquista budista. a esquerda acredita demais em sofrer. talvez por isso muitos sejam católicos) , por isso o desenho de hoje não é nada específico. são dois desenhos que estavam lado a lado no meu caderno. e eu não faço a menor idéia do que o desenho das televisões quer dizer. mas eu gosto dele…

o desenho do herói eu fiz depois de realmente ver esse cara. era um sujeito no onibus do rio das pedras que parecia muito selvagem nas suas horas de trabalho. perigoso. mas ele estava ali com a gente, cuidando das suas duas filhas gemeas. lindas. e aquela cena me deixou confiante no espírito humano. um  sujeito que muito possívelmente já matou gente por pouco e ali ele estava junto de todos nós, bons pagadores de impostos. cuidando apaixonadamente das duas filhas. um bom pai. carinhoso.

é isso aí. fé em deus.

obrigado pela visita.





%d bloggers like this: