Archive for March, 2010

29
Mar
10

THE BEAST IN ME

THE BEAST IN ME – (nick lowe)

The beast in me Is caged by frail and fragile bars. Restless by day And by night rants and rages at the stars. God help the beast in me

The beast in me Has had to learn to live with pain. And how to shelter from the rain. And in the twinkling of an eye Might have to be restrained. God help the beast in me

Sometimes it tries to kid me That it’s just a teddy bear And even somehow manage to vanish in the air, And that is when I must beware Of the beast in me. that everybody knows. They’ve seen him out dressed in my clothes, Patently unclear, If it’s New York or New Year. God help the beast in me

the beast in me.

22
Mar
10

JACACITY – pt 2

bom dia,

mais uma página nas minhas crônicas de jacacity. ou melhor, 2 páginas.

esses desenhos não tem a idéia de promover jacarepaguá, muito pelo contrário. eu gostaria de parar meu bairro no tempo e evitar que ele seguisse junto com o resto do mundo o caminho que leva inevitavelmente a um buraco cheio de gente, barulho e suor (onde meu bairro já está inclusive, passe no centro da freguesia de carro ou à pé por volta de 12:00 hs e vai ver do que eu estou falando..).

eu falo de pessoas e lugares que conheço a muito tempo e não sobra outra opção a não ser fantasiar as coisas. me protege de admitir que provavelmente o cara com os cachorros é um bebado desempregado e a mendiga é uma louca psicótica que pode já ter jogado algum bebê no lixo. mas pra mim, independente da verdade, eles são muito mais. são minhas referencias de realidade.

sei lá. às vezes é melhor fantasiar o mundo de bonito do que se enforcar. e tem algum problema nisso?

obs: eu agora conheço o cara com os cachorros e ele dá bom dia pra minha filha todo dia quando vamos à padaria. conversamos bastante todo dia e ele não só não é um bebado desempregado como é um grande sujeito. (adicionado – 06/11/2010)

eu percebi ultimamente o quanto esse blog está se tornando menos a respeito de desenhos e mais de mim e minhas opiniões sobre as coisas.
me deu uma sensação de estar dividindo minha vida com gente que eu não conheço. fazendo um diário aberto ao público. criou neuroses novas. mas eu me sinto bem de postar meus desenhos aqui, não ganho dinheiro com isso e não quero estar certo a respeito de nada.

podiam é me contratar pra fazer alguns trabalhos de ilustração, assim eu teria outros assuntos pra falar.

obrigado pela visita.

15
Mar
10

VAMOS LÁ

bom dia,

estamos de volta. eu e vocês, meus amigos. meus colegas. aqueles que em seu silencio me agraciam tanto, justamente por terem um poder tão limitado de contestação.

este é meu império. esta é minha passargada. e “ai” de quem me contestar. eu simplesmente altero o que a pessoa escreveu, por que sou o administrador… hohoho… perguntem ao walter pax.

obrigado pela visita

——–

GLAUCO.

quando tinha 15 anos e estava lançando meu primeiro zine eu levei meu material pra ele, angeli e laerte conhecerem numa bancada de autógrafos dos tres amigos mas só tinha levado duas cópias.

acabei dando uma cópia pro laerte (até hoje meu maior ídolo) e pra não dizer que eu “esqueci” a cópia do glauco (por que eu não gostava muito das tiras dele) um breve rompante de inteligencia me levou a pedir um autógrafo dos tres na cópia que ficou comigo até hoje.

hoje eu  sei que apesar de 15 anos terem se passado, o espírito selvagem e honesto não saiu da tira nem daquele sujeito magrelo meio filho da puta que pareceu ir com a minha cara por que se sentiu a vontade o bastante comigo para ver no nosso encontro uma chance de sair da bancada de autografos pra fazer cocô.

eu fiquei feliz e orgulhoso comigo mesmo por isso. por que apesar de não gostar muito das tiras dele na época. eu acabei gostando muito do cara.
hoje que eu entendo tudo que a tira tinha e representava me dá uma vontade incrível de ter ido dar uma cagada com ele.





Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: